Bela cidade das Gerais!

Bela cidade das Gerais!
Imagem feita por Sotnas Odlabu em São João Del Rei MG em nov de 2016

E AQUI, OS QUE POR CÁ VIERAM UMA, E CONTINUAM VOLTANDO OUTRAS VEZES!

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Lembranças tão minhas

Imagem feita por
 Sotnas Odlabu em Paranapiacaba,
em maio de 2010
Ah! Memória minha,
E me nega uma boa recordação,
Minha história e tudo que eu tinha,
Sabe o quanto me dói,
Viver nesta condição!
Creio não lhe pedir muito, e
Viver o passado não me destrói,
E não é meu intuito, só
Não aceito ter sido perdido
Parte da minha vida, agradecido, se
Devolver momentos vividos
Ah! Memória minha, eu peço
A ti por mim, clemência,
Esforços eu não meço,
Apenas um corpo em decadência,
Não vê que assim pareço,
Fazendo pensar a todos,
Estar eu, beirando a demência,
Tu tentas me proteger,
No entanto, me faz sofrer,
Abdico da sua proteção,
Por um pouco de recordação,
Fique sabendo que o sofrer,
Não me faz qualquer medo,
Pois o que me aterroriza, é
Não recordar o meu viver,
E isso me deixa triste,
Diz pra mim qual o segredo,
Pois tu memória, teima, resiste,
Em me fazer acreditar, que
Meu viver no recente passado,
Não foi e sequer existe!
Ah! Memória minha,
Desfaça minha ânsia,
Findai sua intolerância,
E me deixe recordar,
Findando assim esta saudade,
E enorme vontade, tão minha de lembrar!

SOTNAS ODLABU


terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Somente um pensamento meu!

Imagem feita por Sotnas Odlabu
Em Caxambu-MG, no Parque das águas em 23/10/2010
Estava escrito na placa que o nome desta flor é "escova de macaco"
A imagem não está muito nítida, mas é interessante!

<*>

Concordo que muitas coisas se transformam.
Mas, também penso que três valores que nos foi ensinado desde nossa aparição, os homens jamais deveriam transformar, em situações banais!
Desde o início fomos ensinados a nos manter dignos até o final, respeitar, ainda que divergente do que acreditamos, e ter sempre o sentimento de igualdade. Fico me perguntando em que parte de sua trajetória o homem transformou estes valores, em banalidades momentâneas, como faz nos dias atuais! Que pena, pois muitas civilizações desapareceram justamente por desprezarem tais valores!
   
                                                                                SOTNAS ODLABU

sábado, 12 de fevereiro de 2011

PRÊMIO! Tenho dúvidas se sou merecedor, mas, quem sou eu pra contestar a vontade de uma amiga de blog?

                                 
Olá todos os amigos que visitam este humilde cantinho de pretensos versos deste pretenso poeta, este blog foi indicado para este selo prêmio, por minha virtual amiga SAM do DESNUDA, e para aceitá-lo devo seguir pequenas regras, listadas a seguir:
Indicar 15 blogs para repassar o selo, e responder a oito perguntas, no meu limitado modo de ver a mais fácil das regras. É difícil indicar somente 15 blogs amigos, pois corremos o risco de os que ficaram de fora pensarem que estão sendo preteridos por este ou aquele, é como dizem uma faca de dois (legumes) gumes! Espero sinceramente não ter cometido qualquer injustiça, pensei primeiro nos que não tinha este selo ainda, e gente, são somente 15, quando admiro quantidade infinitamente maior que esta de blogs amigos, e considero a todos igualmente. Segue abaixo a dificultosa lista. Obrigado de verdade a SAM por me incluir entre os 15, iluminada felicidades pra todos, abraços e até mais!
OBS. Aqueles que ficaram de fora, rogo que vos acalmai! Eu indiquei 15, se cada um destes indicar 15 e assim sucessivamente...

Aqui está ele, copie e leve-o,
somente não esqueça de indicar os teus 15!

SAM OBRIGADO MESMO!


Blogues

 M@ria do  M@ria & M@ria
ADIEMUS – Mara Bombo, Shirley, Flávia Bombo
INFINITO PARTICULAR - Malu
Cecília (PÉ de PITANGA)
Carla Ceres (ALGO ALÉM DOS LIVROS)
Malu (CADINHO DE POESIA)
Prof. Expedito do  (BLOG DO PROFEX)
Lisa Nunes do INQUIETAÇÕES
Carla do PBI- PEQUENOS BARULHOS INTERNOS
Néia Lambert do ETERNO
Iana do blog UMA ROSA E SEUS POEMAS
Vivian do blog IN FOCO
Educadora do REDAÇÃO E VESTIBULAR
Mariazita da Casa da Mariquinha
J. Vitor do blog UM PASSEIO... LONGE...

nome: José Ubaldo Santos
música: Gosto de música, pra escolher uma, neste momento, Evergreen – Barbara Straisand- No Filme Nasce Uma Estrela, foi o primeiro filme que eu e minha namorada na época hoje minha esposa fomos ver no cinema!
humor: Somente fico sério quando estou preocupado com algo de difícil solução!
uma estação: Necessitamos de todas, mas me sinto melhor no inverno, e adoro a primavera, também!
uma cor: Todas da nossa bandeira, a escolher uma o azul!
como prefere viajar:  Acompanhado, e de carro. Gosto de admirar os lugares por onde passo, e algumas vezes quando possível parar pra observar melhor!
frase ou palavra dita por você: estou tentando deixar de dizer: meu DEUS, é o fim!
o que achou do selo: O que devemos achar de um prêmio a nós concedido. Ótimo, me sinto agradecido, apesar de sempre pensar que não sou merecedor, como dizem os meus filhos: Da hora este selo!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Algo comum entre eles... Rimar!

Imagem manipulada do autor, em um programa de
computador. Esta imagem é deveras antiga, mas como eu já disse, a criança em mim
comanda grande parte de meus atos e talvez assim eu consiga ser um sujeito melhor!
Ah, saudosa imagem!

OBS: Que fique claro que não tenho nenhuma intenção de me comparar
ao ilustres escritores aqui citados, é somente uma forma de expressar minha admiração por ídolos de muitas gerações literárias!

Antes nem mesmo carta escrevia,
Não havia ainda descoberto,
Que além de ler, o escrever me fascina,
E com certa tardança,
Vejo-me gostando de poesia,
Quando enlevado contemplei,
Meus primeiros versos com rimas,
Senti-me encantado, e
Tão envolvido por esta magia!

Sou, e faço nada de incomum,
                E não desejo, ser todo ruim, por inteiro,
Faço rimas simples,
                  Sem mistério ou brilho algum,
                Distante, eu querer parecer um ilustre,
JÕAO UBALDO RIBEIRO!
                  E nem penso em ser famoso,
Gosto muito de escrever poesia
E sou nada vaidoso,
Sou sujeito simples, e encabulado,
Pra alguns, pode até parecer hipocrisia,
              Torço pra não estar enganado,
Ou me expresse e escreva errado,

JÕAO, MANUEL, o José e
Os versos, em completa sintonia,
Essa turma gosta mesmo, e contagia,
Essa turma com o José,
Que mesmo sem brilho algum
Têm algo em comum,
Gostar desta magia de fazer poesia,
E o José desde que tomado por esta mania,
Escreve nas horas vagas,
Deste tempo que lhe resta,
É deveras este seu desejo,
O de um dia ser chamado de, o poeta!

                     Sotnas Odlabu








quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

COM VOCÊ

Imagem feita em Caxambu-MG em 23-10-2010
por Sotnas Odlabu


Quero, por quanto eu dure, segui-la,
É sério, desejo fazê-la feliz, sorrir,
Vê-la sempre ao meu lado seguir,
E, superarmos tudo que há por vir!

Então me faça sentir,
Tudo o que em você,
Ainda e sempre desejo descobrir,
E quando a noite chegar e tudo se colorir,
No céu que d’antes escuro,
Veremos o brilho das estrelas e,
Brilhante e linda a lua surgir!

Vamos ouvir o silêncio,
A nós, querendo ouvir,
Permita-me demonstrar a você,
O quanto feliz vou te fazer,

Amada por demais vai ser,
                  Viverá o mesmo que me faz sentir,
Com você desconheço,
O que seja realmente sofrer,
Com você amei, sorri, ah,
E faço tudo,
               Por tão vivo e feliz,
               Que me faz ser e sentir!

SOTNAS ODLABU



POSTAGENS