Bela cidade das Gerais!

Bela cidade das Gerais!
Imagem feita por Sotnas Odlabu em São João Del Rei MG em nov de 2016

E AQUI, OS QUE POR CÁ VIERAM UMA, E CONTINUAM VOLTANDO OUTRAS VEZES!

sábado, 26 de novembro de 2011

Dois anos, de deveras alegrias!

Como sabem ainda que sob o meu veemente discordar o tempo segue seu curso sem nada que o interrompa, e apesar de alguns ainda clamar aos céus que vá mais rápido, ele segue sempre a própria vontade, e sem paciência para esperar quem quer que seja deste mundo que conhecemos, ah o tempo!
Pois é estive abusando do gostar de ler agrupamentos de letras que formam as palavras nos últimos vinte e quatro meses, e, o pior é que pretendo continuar por mais quantos meses me aturarem, pois com este postar de agrupados de palavras proporcionou me aproximar de pessoas do outro lado do oceano, de outras terras e línguas diferentes, é isso consegui fazer mais de uma centena de amigos.
E amizade é tão importante quanto estar vivo, assim é a condição humana, nascemos para nos relacionar uns com os outros, trocar, e, até mesmo discordar de idéias ou pensamentos, não importa, o que importa mesmo é algo conhecido como amizade, pois é isso que mantém nossa espécie ainda como seres em maioria dominante neste planeta. Assim penso eu ser a amizade que aprendemos a cultivar por pessoas que nunca encontramos é algo que faz pensar, ainda que estes amigos vez ou outra te deixe sem saber dizer palavra, com as demonstrações de carinho que te dão, e isso te faz refletir que, ter amigos viver cada instante com a intensidade que a vida toda nos exige, é maravilhoso, saber e poder dizer eu tenho um amigo, e que todos os dias sempre pergunta como estou, ainda que virtualmente, pois o que importa é o que cada qual dentro de si, guarda e sente!  
Obrigado a todos vocês, pessoas humanas e sensíveis que por estarem por cá a cada postagem contribuiu para que este simples, porém sincero nos sentimentos, blog alcançasse estes dois anos, muito agradecido mesmo, e não sabendo por quanto tempo, mas desejando que sejam incontáveis eu desejo permanecer por aqui e merecer de vocês sempre, esta amizade que nos aproximou nesta incrível e por vezes complicada rede!
E sempre com a simplicidade de minha formação, e com incomparável emoção, pedi a um amigo nosso, que como do primeiro ano, montasse um selo deste segundo ano, nada tão espetacular, entretanto bem simboliza o início e todo o percurso destes dois anos do SOTBLOG, sem qualquer ostentação, nada contra os muito bem produzidos e belos selos que ganho dos amigos, só que, é um início, e, todo início deve ser sempre com o pé no chão, pois temos muito a aprender ainda!
Ai está ele, e VOCÊ tem não só o direito como o dever de levá-lo com você, afinal, quem mais é responsável pelo nascimento dele?  É você mesmo, cada amigo que por cá deixou suas impressões sobre este espaço!
     O B R I G A D O  A  TODOS    


OBS.  PARA LEVAR O SELO É SIMPLES, NÃO QUE EU SEJA UM EXPERT, MAS FAÇO ASSIM POR TAMBÉM NÃO SER TÃO ÍNTIMO COM ESTAS MANOBRAS DE MÁQUINA E REDE.
BASTA SALVAR EM UMA PASTA DE SEUS DOCUMENTOS, obrigado e desculpem pela falta de informação!


SELO DE DOIS ANOS DO SOTBLOG
montagem por cortesia de J.Roberto Thomaz do blog Quase Tudo

ENTÃO FICAMOS ASSIM,  SE FOI CRIADO COM SUA AJUDA,
CASO VOCÊ QUE POR CÁ VEM NÃO O LEVE, CORRE O RISCO
DE ENTRISTECER DOIS AMIGOS!
imagem feita por Sotnas Odlabu, em um lindo amanhecer no porto santista
em 31/07/2010

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Sempre me vejo abandonado!

Caminhando na neblina, imagem feita em Campos do Jordão em agosto de
2010 por Sotnas Odlabu no museu da Fenícia.




Nesta manhã olhei pela janela,
E observando este dia chuvoso,
Triste, me lembrei do que havia sonhado,
É que este sonho tem me incomodado,
Tento te dizer, mas, não consigo,
E constantemente tem acontecido,
Isso faz estes momentos tão sofridos,
Pois somente você, não tem aparecido,
E isto me fez demasiado preocupado,
Por este dia acinzentado,
Lembrar-me que sempre em meus sonhos,
Jamais está ao meu lado,
E me entristece, apesar de ser,
Em momento somente sonhado,
Fico infeliz em não tê-la ao meu lado,
É deveras desagradável,
Eu me sentir assim, abandonado!

Sotnas Odlabu






quarta-feira, 16 de novembro de 2011

As dez coisas que me desagradam!


Olá todos que por aqui passam, que por coincidência também são meus amigos!

Esta postagem eu estava devendo, me foi pedida em um desafio pela nossa querida amiga, a poetisa Severa Cabral do blog Folhas de Outono, e que devo dizer dez coisas de que não gosto!
E como todo ser humano cheio de manias, existe diversas coisas e situações que muito me desagradam, me entristecem, algumas até me fazem sentir certo receio de dizer que sou humano, mas aqui vão algumas destas desagradáveis coisas, espero que com estas minhas manias não provoque o desapontamento dos amigos, mas, o que fazer se somos humanos, se erramos e acertamos quase que na mesma proporção! 
  

Não me agrada pensar que este animal não esteja feliz com esta situação,
tendo que cavalgar com todo este peso por estas ruas de pedra!
imagem feita em Paraty em julho de 2007, por Sotnas Odlabu!

E também a enorme preguiça que tenho para praticar exercícios físicos, principalmente a corrida!
Imagem feita no final dos anos noventa durante a corrida dos dez quilômetros aqui em Santos,
por Sotnas Odlabu! 

A poluição que nós humanos despejamos no mar, berço de inúmeras vidas,
e também do nosso próprio sustento, e causar a morte e até a extinção
de várias espécies. Imagem feita nos anos noventa por Sotnas Odlabu em São Vicente!
 

Do descaso de pessoas e organizações criadas para cuidar do patrimônio  público,
e que somente esperam para agir quando nada mais há para ser salvo, quando tudo está arruinado!
Imagem feita no centro velho de Santos, do que restou do antigo casarão do
Valongo, por Sotnas Odlabu,  nos anos noventa!
 

Apesar de ser uma maneira de conhecer certas espécies, não me agrada saber
que estas espécies não nasceram para viver em gaiolas ou jaulas. Como pode
seres que nascem com asas sentirem qualquer conforto em locais assim!
Imagem feita em Piracicaba no zooparque da cidade, em novembro de 2010 por Sotnas Odlabu! 

Que tristeza observar o desrespeito humano com o meio que o sustenta, e saber que esta falta de respeito e consciência está matando todo o planeta, e por conseqüência à todos nós também!
Imagem feita em Campos do Jordão, em agosto 2011 por Sotnas Odlabu!

Foi com enorme tristeza que registrei este momento, um belo exemplar desta espécie
boiando nas águas do cais do porto, talvez morta por afogamento, por ingerir objetos que jamais deveriam estar no mar, objetos estes que nós humanos despejamos lá!
Imagem feita em março de 2010 por Sotnas Odlabu no porto em Santos!
 

Como posso gostar do desperdício que alguns ainda insistem em promover, vendo tal atitude somente me vem a mente o quão mesquinho deve pensar este ser!
Imagem feita em Santos no final de 2010 por Sotnas Odlabu

Da extração desenfreada dos recursos da natureza,  e no final devolvemos tudo contaminado!
Imagem feita em Paranapiacaba-SP em maio de 2010 por Sotnas Odlabu

Não consigo entender por qual motivo num dia gostamos, e no dia seguinte somos capazes de abandonar aqueles ou o que gostamos à própria sorte, estou certo de que não é nada divertido abandonar ou ser abandonado! Imagem feita em Paranapiacaba- SP por Sotnas Odlabu em maio de 2010.


Bem meus amigos, aí estão dez situações de coisas desagradáveis, e devo dizer que como humano que sou existem muito mais.
Sei que vão estranhar, e talvez até a poetisa Severa fique zangada, mas não posso indicar outros dez para dizer em uma postagem o que não gostam, pois se do que gostam muitos sequer desejam revelar, imagine do que não gostam!
Deixo a escolha para cada um que passar por cá e sinta desejo de nos mostrar no próprio blog as dez coisas que não gostam estejam à vontade, não é por eu ter aceitado participar que vou imaginar que todos vão aceitar também, ou não! 
Então, alguém ai vai topar? 

POSTAGENS