Bela cidade das Gerais!

Bela cidade das Gerais!
Imagem feita por Sotnas Odlabu em São João Del Rei MG em nov de 2016

E AQUI, OS QUE POR CÁ VIERAM UMA, E CONTINUAM VOLTANDO OUTRAS VEZES!

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Não há motivo para temer os espinhos!


Imagem feita em agosto de 2012 na cidade de ATIBAIA-SP, por Sotnas Odlabu.
Todo o tempo eu sigo vivendo,
De modo que possa sempre aprender,
Pois desde sempre ouvi dizer,
Que ninguém nasce sabendo,
Assim sempre tento bem escolher,
E seguir meu próprio caminho,
Não temendo ou me importando,
Seja ele ladeado ou não,
Por perfumadas e belas flores,
Ou pelos mais dificultosos e,
Ameaçadores espinhos,
Pois para cada situação,
Deve haver uma razão,
E até prefiro que lá estejam,
Pois assim não seguirei sozinho,
Ou mesmo sequer vou me desviar do caminho,
Pois me vão dar deveras motivos,
Para que eu não deixe
Um instante sequer,
De focar meu objetivo,
E desse modo,
Faz que eu fique sempre vivo!
                                       Sotnas Odlabu

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Quisera eu...

Imagem feita no Museu da Água , Piracicaba - São Paulo em outubro de 2012 por Sotnas Odlabu



Fazer-te se emocionar,
Assim como te emocionam as flores,
Quando as toca e cheira seus olores,
Tocar e fazer vibrar teu corpo,
Feito a brisa fria do inverno,
Estar em você todo momento,
Quisera eu ser, eu,
E meus sentimentos, eternos,
Assim feito o ar que respira,
Não quero ser lamuriento,
Ainda assim, te dizer eu tento,
Pois desde aquele momento,
Eu querer estar com você,
Tem sido meu único,
E constante pensamento,
Sei que se lembra,
Quando me tornei seu melhor amigo,
Estar ao teu lado, ouvir você,
Ainda, que me falasse de sua dor,
Foi o início, e aqueles,
Momentos deveras felizes,
Que você por mim não sentia,
O mesmo sentimento, eu sabia,
Mas amar é assim,
Sentia-me feliz, em dissipar tua dor,
Ser teu confidente, sentir teu perfume,
Claro que por vezes sentia certo ciúme,
Mas, deveras feliz,
E foi assim que fiquei,
Desde que
Fui tomado por este amor,
Deve saber, quisera eu,
Jamais te fazer sentir dor!
Sotnas Odlabu