Bela, apenas bela simples assim!

Bela, apenas bela simples assim!
Não é necessário nada dizer somente apreciar, seres tão belos são as flores. Foto: Sotnas Odlabu, feita em Poços de Caldas-MG em abr 2015

E AQUI, OS QUE POR CÁ VIERAM UMA, E CONTINUAM VOLTANDO OUTRAS VEZES!

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Apenas meu pretenso e humilde pensar


Imagem e texto postados no FB, 
por Sotnas Odlabu, imagem feita em 
Campos do Jordão-SP em junho  de 2016.



Penso que jamais se alcança a 
felicidade pela busca, 
ou mesmo pela vontade, 
pois não é algo que se encontre, 
posto que seja um sentir, 
e sentir depende deveras de SENSIBILIDADE!

Sotnas Odlabu

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Ainda que eu esteja sendo enfadonho...


Imagem feita em Gonçalves MG, em abr 2016, por Sotnas Odlabu

Ainda que eu esteja sendo enfadonho, sigo com meu pretenso pensar, sempre que o que não desejo ouvir, e deveras tento evitar!


Que me perdoe os que com inteligência abundante conseguem digerir, ou aceitar com igual entendimento o motivo de tantos demonstrarem o quanto cultuam a soberba, pois, eu e minha insignificante, deveras pouca sabedoria não consigo, pois observando em volta é perceptível que tanto todos nós humanos ou não, quanto o meio em que vivemos somos cada qual criados para servirmos uns aos outros, se alguém duvida, observe, não há como fugir, do mais útil, ao mais perfeito inútil, todos servem a todos, assim é o ciclo deste nosso intenso viver!
Sotnas Odlabu

Nota: Postagem tirada da minha página do FB
de 12 de Julho 2016. E compartilhada cá com os amigos neste dia do amigo, abraços a todos!


terça-feira, 5 de julho de 2016

E sigo cá com meu pretenso pensar!

Imagem feita em Poços de Caldas, por Sotnas Odlabu, em jan 2016.

"Segue a vida nos ensinando, e seguimos nós, teimando em não aprender!" 


Incansável, esta natureza que nos cerca, segue sua mostra o quão pífios são nossos conceitos e padrões sobre a beleza, e, até mesmo sobre classe social, mas, nossa teimosia em sermos egoístas faz-nos a todos completamente cegos... Que pena!
                                                           Sotnas Odlabu

sábado, 25 de junho de 2016

Ainda expondo meus pretensos pensamentos...

Imagem; Sotnas Odlabu, a imagem feita em Poços de Caldas MG, em jan 2016.

Aviso: Este texto e imagem foram postado na minha pagina FB, porem quando copiei para colar lá, copiei do rascunho que havia feito primeiro e esqueci, e pior, não consigo editar a postagem que contém vários erros de escrita. É isso, resolvi postar cá já editada e compartilhar com os amigos que por cá passam, grato e perdoem qualquer equívoco, abraços, Sotnas Odlabu.



No momento em que observava esta grandiosidade que nos cerca, invadiu meu pensar como alguns semelhantes seres humanos acreditam com todas as forças que são mais importantes que o meio que nos rodeia, e consequentemente nos proporciona viver tão intensos momentos, e gostaria que soubessem que no momento em que resolverem abrir a janelinha do limitado e também diminuto mundinho em que imaginam viver vão descobrir que o que eles imaginavam ser é tão deveras insignificante perante o todo do qual somos uma diminuta parte integrante, e que só, não somos capazes de sobreviver, caso cada integrante deixe de fazer a sua parte. Ah se ainda duvidam, tente lembrar o motivo de sermos "despejados" do local onde somos gerados, pois é este o sentido da vida e não é naquele restrito nascedouro, e sim esta amplitude que nos cerca em sua infinita grandeza abençoada!
Sotnas Odlabu

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Apenas um dos pensamentos deste meu intenso viver...

Imagem feita em Gonçalves MG em abr 2016, por Sotnas Odlabu


Apenas um dos pensamentos deste meu intenso viver...

Não me preocupa nesta minha jornada,
Por saber qual será o meu destino,
Pois eu é que escolho por minha conta e risco,
O meu caminho,
Porém, muito me preocupa sim,
E sempre me corrijo, em minhas atitudes,
E o que de proveitoso posso deixar,
E também as amizades ou saudades por onde passar,
O final, todos nós sabemos qual será, e,
Pois estou certo de que não o percorrerei sozinho!
Sotnas Odlabu 

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Apenas... Pequenos detalhes; Talvez!

Imagem feita por Sotnas Odlabu em Gonçalves MG em abr 2016


Ainda que tantos insistam em ignorá-los, o em volta segue nos indicando por todo nosso viver que, apesar de toda essa mania que temos em pensar sempre gigante, os pequeninos detalhes é que revelam a grandeza que possuímos, ou não, pois ultimamente somente expomos a todos nossa odiosa e repulsiva pequenez, principalmente espiritualmente, é isso, e, seguimos nessa vivência sem qualquer louvável sapiência! 

domingo, 27 de março de 2016

Somente por hoje...

Imagem feita em São Lourenço-MG, por Sotnas Odlabu, em jan 2015


Desejo acordar, após uma noite sonolenta e mal dormida,
 E após o dejejum da manhã, junto aos meus, como por vezes faço,
Não pensar, ou escrever dos culpados, por nosso sofrer nesta vida,
Após abrir a porta, e sair caminhando, em minha face,
Não estampar qualquer expressão sofrida,
Ou nas que por eu passar, eu sei que nem todos se importam,
Portanto, tão somente por hoje,
Não queria ouvir críticas sobre esta, necessária, mas, maldita política,
Ou mesmo sobre os malditos que a exercem, seria possível, só por hoje,
Caminhar pela orla da praia, despreocupado, os belos jardins contemplar,
Sentar em um de seus bancos e, o maravilhoso e ritmado ir e vir,
O som confortante, desse imenso mar e suas marolas,
Ali ficar, ouvindo até me encantar,
Pois é, somente por hoje, é somente esse meu desejar,
Imaginem o quão seria feliz este dia,
E... Está bem, já sei,
Somente neste dia, não, não pode ser, ou,
Não vai acontecer, ou não desejam fazer acontecer,
Pois é, seria só por hoje, tudo que não pretendia,
Eu sei se está lendo, já escrevi,
Oh Deus, gostaria de ao menos um dia, no entanto,
O momento não me faz crer, que haverá algum dia,
Toda essa dor infligida possa chegar ao fim,
Sim, eu sei, eu já sei que é assim,
Não pode ser, será mesmo, nem somente por hoje, enfim,
Não há tempo pra esperar, a vida segue, e nós a seguimos,
É isso, mesmo sem ao menos nos contentar,
Ainda que seja somente por hoje...
Sotnas Odlabu
 

quinta-feira, 17 de março de 2016

É, um tsunami, bom, e não para não...

Imagem feita em fev 2015, por Sotnas odlabu, em Campos do Jordão-SP


Por vezes, sinto até certa agonia,
Nestes tempos de desarrumação por todo canto, a cada dia,
Um vendaval de acontecimentos em cada instante,
E que por vezes me causa espanto,
O processo deveras buliçoso,
No restrito cubículo do meu espaço pensante,
Que por vezes me leva ao pranto,
Um processar, deveras efusivamente eferente,
Vez por outra, me faz preocupar, todo este pensar,
Ter estado em minha mente, a fustigar,
Deveras difícil reter tantas palavras em ebulição,
Estando eu diante de uma página vazia,
Úteis ou não, eu as despejo,
E torno a página preenchida, e me alegra-me o coração,
Este exercício de tentar entender tantas vidas
E vazia a pagina não mais está, mas,
Minha mente não parece esvaziar,
Novas palavras seguem a se formar, pois,
São tantos questionamentos, e,
Tão poucas respostas por confrontar,
E já está por novas efervescências gerar,
Ainda assim, não pense que estou a reclamar,
Pois assim, sinto que estou vivendo,
E como dizem, é vivendo, que vamos aprendendo,
E muito quero aprender, antes de não mais,
Poder saber o que é viver!
Sotnas Odlabu

terça-feira, 8 de março de 2016

Singela homenagem para tão importante ser

Imagem feita em Curitiba-PR no Jardim Botânico, por Sotnas Odlabu, em ago 2015
Esta postagem também está na minha página do face






Um iluminado ser que chamamos de MULHER... 
Pense em um ser iluminado,

E com o poder de conseguir tudo que quer,
E a missão de gerar dentro de si outro ser,
Eu penso que não é possível imaginar,
O mundo sem este ser, a mulher,
Você pode até tentar, mas, jamais vai entender,
E foi por várias tentativas falhas que desisti,
 E agora apenas tento compreender, 
Como pode um ser, ser ao mesmo tempo tantos,
 E não desiste até conseguir seus intentos, 
E pensar que este ser é em grande parte sentimentos,
E que nos faz falta, se por perto não esta em alguns momentos,
Ah, divino ser, que todos os dias existe, e não apenas neste dia também especial,
Pois com este ser houve o ontem, há o hoje,
E sem este ser, não haveria  sequer nós por cá,
Que dirá mais pensar no amanhã, 
Então para quem duvida da divindade deste ser, 
Tente por um dia igual a ele ser,
 E vai descobrir o motivo de não conseguirmos entender,
Pois este não é um ser qualquer, 
Este é o ser, que por toda delicadeza, beleza, e perseverança,
Nós conhecemos por MULHER,
E ainda que alguns  tanto a maltratem, 
Mas, sem elas não desejam ficar, não é?
Assim eu parabenizo a todas estas mulheres,
 E isto inclui esta da imagem, Esta flor que ainda aprendo a cultivar,
Desde a primeira vez que meu olhos a viram,
Não a colhi, mas, sempre tento aprender como,
Ao seu lado viver, e a melhor maneira de cultivá-la!                          
Sotnas Odlabu  

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Não teria sentido, precisão em viver!






Esta postagem eu trouxe da minha página no face,
pois, este pretenso pensador, ainda pensa na atualização, por cá.
Abraços aos amigos e desculpas por não haver atualização!

Imagem feita por Sotnas Odlabu em jan 2009, Santos-SP

Navegar é preciso, já viver,
É uma eterna e surpreendente dádiva,
Totalmente repleta de aventuras!
Sotnas Odlabu