Bela cidade das Gerais!

Bela cidade das Gerais!
Imagem feita por Sotnas Odlabu em São João Del Rei MG em nov de 2016

E AQUI, OS QUE POR CÁ VIERAM UMA, E CONTINUAM VOLTANDO OUTRAS VEZES!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Talvez...

Título da Imagem: É o fim, talvez...
Enquanto fazia esta imagem, este sujeito sorria, ou talvez chorava a seu próprio modo, talvez.
O que sei é que dei corda nele, e ouvi um som parecido com um gargalhar, e sua mandíbula abria e fechava ao som da, suposta gargalhada!
A imagem foi feita em ago 2012, por Sotnas Odlabu, já o pensamento, me fugiu da mente neste dia postado!  

Penso, que talvez o meu, choro quando cá cheguei,
Não tenha sido por aquela palmada, eu ter levado,
E que disseram era pra saber se eu vivia,
Souberam logo após, pois fiz o que queriam, chorei, será,
Talvez, pois eu cá cheguei todo encarnado,
Tão molhado quanto melado, sem qualquer roupa, e,
Pois é chagamos cá, todos pelados,
É isso, eu penso que pelados por cá chegamos e,
Quão pretensiosos somos,
Que quando de cá vamos,
Vestem-nos roupa de “missa”, mas,
Nem mesmo estas, vão nos acompanhar,
Vê, não faz sentido, toda vaidade,
Todo o pretenso poder de “possuidor”,
É isso, nada do que “tenho”, vou levar,
Pois na vida, na dor, e na morte,
Mesmo que seja um sujeito de “sorte”,
Ah, se não acredita, volte e veja,
O que ao fim, e somente vai restar,
Junto aos “nossos” pertences,
Veja se, talvez, por isso, choramos logo no início,
Pois o ser que este corpo habita, sempre soube,
O que ao fim de tudo irá sobrar,
Talvez, sim, talvez por isso, gostaria que não me fizessem,
Novamente, talvez, por favor, não me façam, chorar!
Sotnas Odlabu

8 comentários:

  1. Oi Sotnas,seu texto é bem reflexivo,pois realmente choramos quando nascemos e até hoje
    não sabemos qual seria o motivo,mas temos que pensar que depois do choro somos acariciados
    pelas mãos de nossas mães,que nos deixam bem calmos e isso é que importa,somos amados quando
    chegamos e esse choro talvez continue ao decorrer das nossas vidas,mas eu tenho absoluta certeza
    que ao fazermos a viagem da despedida,alguns irão chorar e nós sorriremos.Assim espero!
    Bjs amigo e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Incrível, amigo Stonás!
    Foi você quem fez essa imagem! Que habilidoso, que talentoso!

    Olá, meu estimado amigo!

    Como está, como estão? Aqui, tudo satisfatório, menos o tempo.

    Você escreveu uma notável reflexão. Será k é isso mesmo? Não sei. Cientificamente, dizem k temos de chorar, como você falou, para indicar k há vida em nós, mas, por outro lado, olhe que a sua "teoria" está apropriada e contextualizada.

    De facto, nada levamos, qdo partimos e depois ficamos assim: um esqueleto.

    NÃO ENTENDO AS GUERRAS, A SOBERBIA, A GANÂNCIA, AS LUTAS, O ÓDIO etc. QUE DEUS NOS COMPONHA, DE TODAS AS FORMAS.

    Agradeço sua visita e comentário.

    Beijos e cordiais abraços.

    ResponderExcluir
  3. Meu querido amigo,

    Todas as coisas e pessoas não padronizadas são as melhores, as mais puras.

    Beijos para todos vocês.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Stonás, eu de novo!

    Fantástico! Você para além de escritor, retire a palavra pretenso, pke você tem uma sensibilidade enorme, é uma pessoa simples, mas mto completa e inteligente, é tb um pensador k põe em prática aquilo que pensa e que é realidade. É engenheiro, fazedor de coisas boas.

    Eu penso, naturalmente, mas sou isenta de artes de mãos, só sei mesmo escrever e uma imaginação desenfreada, k JAMAIS me faria comprar um esqueleto para ver tudo o k ele pode fazer, qdo acionado.
    Todavia, meu estimado amigo, você é homem e eu sou mulher, portanto, nossos interesses não são os mesmos, logicamente. O Criador assim o entendeu e MUITO BEM.

    Verdade, tudo o que você falou sobre quem quer ser "boneco" ou "boneca". Arriscam a própria vida, para parecer, k é um verbo tão "pobre". O melhor é ser como cada qual é.

    Qdo olho sua foto do blog e te vejo de costas, no cimo de algo, como que pensando, cogitando nos infortúnios da vida e o que podem os humanos fazer para melhorar o planeta, fico te admirando.
    Afinal, você tem uma vida normal, casou, tem filhos, mas se questiona e tenta ser a cada dia melhor. PARABÉNS, QUERIDO AMIGO!

    Dias de muita luz e doação.

    Beijos para todos vocês.

    ResponderExcluir
  5. Interessante o texto para refletir.

    Otimo domingo amigo!

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Meu caro Ubaldo
    O seu texto obriga-nos a reflectir maduramente no sentido da vida.
    Há quem diga, e, na minha opinião, muito acertadamente, que no nascer e no morrer todos somos iguais - ricos ou pobres, brancos ou pretos, altos ou baixos... etc. etc.
    Se a humanidade parasse por momentos e reflectisse nisto seriamente, chegaria à conclusão que guerras e lutas pelo poder não conduzem a nada. Na verdade, de um momento para o outro tudo se acaba, e nada de terreno levamos para a Grande Viagem.

    Que seu fim de semana seja luminoso.

    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  7. Olá, estimado amigo Stonás!

    Como está você? Sua amada mulher e filhos? Aqui, tudo rolando.

    Passando por cá pra saber de vocês e ver se haveria nova postagem. Ainda não. Esperarei, naturalmente.

    Bom domingo e melhor semana.

    Beijos para todos vocês.

    ResponderExcluir